Google Maps passa a alertar radares de velocidade

Google Maps passa a alertar radares de velocidade

Com a atualização do aplicativo, o Google Maps agora aponta radares de velocidade

Mundialmente, o Google testou, testou e testou, o Maps foi atualizado ao final de dezembro do ano passado e tão logo, os usuários do app começaram a perceber as novidades. O aplicativo passou a disponibilizar um sistema muito parecido como do “irmão” Waze: a possibilidade de ver a localização de radares de velocidade.

Sabe-se que a gigante Google comprou o Waze em 2013 por Us$ 1 bilhão, que já protagonizou algumas polêmicas por causa de suas funcionalidades. Além da identificação de radares, o aplicativo também foi criticado por avisar sobre a presença de blitz policiais, o que, em tese, pode levar motoristas a dirigirem de forma imprudente. Enfim! E a expectativa era de que muitas das ferramentas do app até então independente pudessem migrar para o Maps. Somente agora a funcionalidade chegou, mas ainda não tem a mesma qualidade.

Além da nova função que o Google Maps ganhou, que é de detectar radares de velocidade no trajeto do usuário, também indica se houve algum acidente no seu caminho.  Atualmente, o Maps possui um ícone semelhante a um balão de conversação, com um “+” dentro dele, desta forma, os usuários alimentam o aplicativo com avisos e, após uma grande quantidade de alertas, o sistema começa a identificar a interferência na estrada. Nesta opção, o usuário pode indicar se houve um acidente ou mesmo apontar a existência de um radar móvel durante o trajeto, para que outros usuários fiquem sabendo antes de passarem por ali. A exibição dos radares fixos são na cor laranja, e radares móveis na cor azul. Há também um aviso sonoro quando o condutor se aproxima do detector de velocidade.

No geral, e como no Waze, a ideia da ferramenta é auxiliar os motoristas desatentos a não cometerem infrações e, por consequência, não tomarem multas. Porém, ao contrário do “irmão Waze”, o Maps não indica a velocidade máxima estipulada para a via.

As novas funcionalidades do Google Maps são bem interessantes, mas não chegam nem perto do que o Waze oferece. Pensa com a gente: o Waze não só oferece uma mecânica de avisos, como permite verificar o que de fato aconteceu. Ou seja, se há um carro parado no acostamento, a presença de polícia, ou um buraco na via, etc. Contudo, vamos em frente. Mesmo com a inclusão destas novas propostas, o Maps ainda continua um aplicativo mais leve e pode ser uma opção mais atrativo para fugir do trânsito e não ter sustos em viagens, principalmente para as pessoas que não têm smartphones mais avançados.

A função está disponível para os sistemas Android Auto e Apple Car Play. Além disso, já pode ser utilizada em todas as cidades do Brasil. #FicaaDica

#AutoPeçasMolina é informação! 😉