Fiat Freemont sofre recall no Brasil devido falha na central de injeção eletrônica

O Fiat Freemont chegou em nosso mercado em 2011. Com um motor 2.4 litros de quatro cilindros a gasolina, capaz de gerar 173 cavalos de potência e 22,4 kgfm de torque, acoplado a um câmbio automático de seis marchas. Uma caranga de responsa, certo?! Mas, problemas acontecem. E até potências como esta sofrem falhas, necessitando reparos.

E nesta semana, a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) convocou 8.220 unidades da crossover Fiat Freemont, para um recall em nosso país, devido um problema na central de injeção eletrônica, que pode impedir que o piloto automático seja desabilitado. A empresa detectou que, caso o controle de velocidade de cruzeiro, conhecido popularmente como piloto automático, esteja acionado, ele pode não ser desabilitado devido essa falha na central de injeção eletrônica, e isso fará com que o sistema mantenha a aceleração do carro, com risco de acidentes graves.

Os agendamentos para o reparo gratuito nas concessionárias da marca já começaram desde a última segunda-feira (16 de julho), e leva cerca de 30 minutos. A FCA recomenda evitar o uso do piloto automático – controle de velocidade de cruzeiro – até a atualização do software.

Os modelos afetados são de ano/modelo 2014 e 2015, com numeração de chassis (não sequenciais) de 100154 a 680020.

A empresa ainda se manifestou, dizendo que “o problema só se manifesta após uma sequência improvável de eventos, mas a aceleração pode ser anulada pelo uso dos freios do veículo, ou colocando o câmbio em ponto morto (alavanca na posição N)”. A recomendação é que os proprietários evitem o uso do controle de velocidade de cruzeiro até a atualização do software.

A Fiat coloca à disposição a Central de Serviços ao Cliente Fiat, pelo telefone 0800 707 1000 ou site.

 

#AutoPeçasMolina é informação! 😉