O recall da RAM 2500 é ampliado, e agora é a vez das picapes produzidas em 2010, 2012 e 2014.

E continua a saga da Fiat Chrysler Automóveis Brasil Ltda. (FCA) em atender os proprietários da picape RAM 2500. Desde o dia 23 de fevereiro a montadora vem anunciando e chamando os proprietários de mais de três mil unidades da RAM 2500, produzidas entre 2010 e 2018, que apresentam problemas na alavanca do câmbio automático. Este recall ficou conhecido como a “RAM que anda sozinha”, pois mesmo sem a chave na ignição ou o pé no freio a picape pode se movimentar e resultar em colisão.

No último dia 6, a montadora convocou um novo chamado. Apenas os modelos mais novos tinham realizado o conserto, unidades dos anos 2017 e 2018 (conforme divulgado em nosso Blog). Agora a empresa convocou as picapes dos anos/modelo 2010, 2012 e 2014, totalizando 2.577 unidades.

Relembrando o problema da RAM 2500…

De acordo com a montadora, a eventual movimentação inadvertida da alavanca da transmissão automática aumenta a possibilidade de deslocamento inesperado do veículo. Ou seja, a alavanca da transmissão do veículo pode sair da posição “P”- park – para qualquer outra e fazer com que a RAM 2500 se movimente sozinha. Andando sem motorista ou alterando os comandos do câmbio sem a gestão do condutor, a picape pode colocar em risco a vida de passageiros, motoristas e terceiros. Vale lembrar que a movimentação involuntária pode acontecer mesmo com o carro desligado, sem a chave na ignição ou o pé no freio. 😨

Os chassis envolvidos no novo chamado são – últimos seis dígitos: 100189 a 348920.

Os veículos que estiverem no novo chamado já podem agendar o conserto gratuito em uma das concessionárias da marca. O atendimento começou ontem, 10 de setembro. O reparo dura cerca de 1 hora, para o conjunto da trava da alavanca de câmbio da picape ser substituído.

Para maiores informações entre em contato com a FCA através do telefone 0800 702 7150 ou acesse o site da empresa.

 

#AutoPeçasMolina é informação! 😉