Genebra dá evidência aos carros eletrificados, como o I.D. Vizzion da Volkswagen.

Ah, Genebra. Genebra é uma das cidades mais sofisticadas do mundo, e única entre as principais capitais da Europa com melhor qualidade de vida. Dos transportes públicos gratuitos à segurança, considerada também a “Capital da Paz”. E para tornar uma experiência em Genebra mais perfeita, não podemos deixar de mencionar o seu salão do automóvel. 🚘✨

O Salão de Genebra é um tradicional palco de estreias! É o palco dos carros mais exclusivos do planeta! Podemos dizer que o Salão de Genebra é a meca dos carros superesportivos, dos modelos luxuosos, dos lançamentos mais exuberantes e de muita potência. Com um ‘plus’ este ano, com uma carga extra de carros eletrificados! 😱

A 88ª edição do Salão de Genebra, que iniciou hoje (08), abriu para o público voltado a novos olhares, com novos conceitos e em clima elétrico. Isso mesmo! Além, claro, dos automóveis superesportivos, os holofotes do salão do automóvel de Genebra estarão voltados aos veículos elétricos este ano, como o I.D. Vizzion da Volkswagen.

A Volkswagen revelou duas novidades na véspera do Salão de Genebra para a imprensa. A marca apresentou um ‘carro-conceito’ sem volante e sem controles aparentes. O I.D. Vizzion é autônomo, ou seja, dispensa o motorista, tem motor elétrico e deve deve ser lançado até 2022. Além dele, a montadora também exibiu um robô que recarrega veículos elétricos chamado Carla. O robô Carla é fruto de uma parceria com a empresa de tecnologia Kuka. De acordo com a Volkswagen, ele foi pensado para ser usado tanto em espaços públicos como em residências. E para nos familiarizarmos, digamos que o I.D. Vizzion é “parente” do I.D. Buzz, a Kombi do futuro, e o I.D. Crozz, o SUV elétrico. 😜 O conceito que está em Genebra é o primeiro autônomo da família de elétricos da Volkswagen que chegará ao mercado daqui alguns anos.

I.D. Vizzion da Volkswagen: parece ficção científica, mas os carros sem volantes e pedais já existem e um dia estarão rodando nas nossas ruas. (Foto divulgação)

Além de ser o primeiro automóvel que dispensa o motorista, o I.D. Vizzion deverá ser o mais luxuoso dos apresentados até agora. Com motor elétrico, o modelo tem 5,10 metros de comprimento e não traz volante e pedais. O veículo conta com um assistente virtual que atende comandos de voz e de gestos e é capaz de aprender algumas preferências de seus ocupantes, a partir do uso de inteligência artificial. Para facilitar o acesso ao modelo, a porta de trás se abre na direção contrária, criando um ângulo de 180° para o acesso dos ocupantes.

O protótipo elétrico I.D. é equipado com baterias de lítio, de 111kWh, que somam um total de 302 cv e têm capacidade de garantir até 665 km de autonomia antes da recarga. O projeto recebeu inspiração nas formas dos carros fastback – estratégia de design visionário – mas é definido como um sedã premium. Além disso, com o objetivo de conferir personalidade, a montadora optou por dar contraste ao teto, porte agressivo e um marcante jogo de rodas esportivo.

No interior, o Volkswagen I.D. Vizzion conta com assentos individuais, com a tendência de cabine em clima de sala de estar que visa a comodidade dos ocupantes. Já falamos que não possui pedais e o volante, certo? Então, graças ao seu sistema autônomo de direção Nível 5, que exclui por completo a necessidade e a possibilidade de intervenção humana ao controle do carro, a única opção que os passageiros têm é a de relaxar e curtir a viagem. ☺️ Vários sensores trabalham em conjunto com um refinado sistema de navegação, que enviam toda a informação ao carro e, assim, ele faz tudo sozinho com precisão. Para acessar alguma mídia, ou informação do sistema de gerenciamento, basta falar ou gesticular.

O I.D. Vizzion serve como vitrine de tecnologias da marca alemã.

Logo, nos resta esperar que estes conceitos futuristas de veículos autônomos rodem pelo nosso Brasil.

 

#AutoPeçasMolina é informação! 😉