Com esta tecnologia, o Denatran mostrará dados direto de seus sistemas, com o código no verso da CNH. Acesso rápido aos dados dos motoristas brasileiros, dificultando clonagens e adulterações.

 

Fraudes e mais fraudes é o que não falta no nosso imenso Brasil, certo? E a partir deste mês, uma novidade está sendo implementada pelo Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN – para combater este tipo de probleminha… Então, a sua, a minha, a nossa Carteira Nacional de Habilitação (CNH) receberá o QR-Code. Um novo recurso para garantir maior segurança contra fraudes.

Esta novidade foi apresentada dia 9 (nove), pelo Ministério das Cidades em conjunto com o Departamento Nacional de Trânsito – DENATRAN – e o Serpro, empresa de TI do Governo Federal responsável pelo desenvolvimento da nova tecnologia.

Começou a ser emitida neste mês pelos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans), mas não é preciso fazer a troca imediata do documento, sendo possível esperar pelo prazo de renovação que consta na CNH atual. Sendo obrigatório, o código está sendo impresso no verso das CNHs emitidas em todo o Brasil e pode ser lido com o Lince, aplicativo gratuito desenvolvido pelo Serpro que faz a conferência dos dados do portador, inclusive da foto, a partir de consultas ao Registro Nacional de Condutores Habilitados – Renach.

Assim, policiais, agentes de trânsito e afins podem verificar rapidamente se o documento é verdadeiro. Em uma fase posterior, o sistema também permitirá às autoridades consultar dados do veículo e eventuais infrações de trânsito cometidas pelo motorista, tudo de maneira ágil.

QR Code foi posicionado no verso da CNH. Com a tecnologia, dados podem ser lidos por app Lince. (Foto divulgação)
QR Code foi posicionado no verso da CNH. Com a tecnologia, dados podem ser lidos por app Lince. (Foto divulgação)

A leitura do código por meio de um smartphone dá acesso a uma plataforma móvel integrada ao Renach. Portanto, a conferência de dados via QR-Code não está restrita às autoridades. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito -Denatran – praticamente qualquer cidadão pode validar as CNHs. Dessa forma, uma loja conseguirá usar o sistema para conferir as informações de um cliente, por exemplo, o que faz bastante sentido, pois a CNH é frequentemente usada como documento de identificação, como você sabe! 😉

O novo modelo segue a Resolução 598 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que já está valendo em todo o País.

Saibam que… A carteira de motorista já havia passado por alterações neste ano, com a inclusão de novos itens de segurança, como fundo amarelado, tinta especial, marca d’água e elementos em relevo e microimpressão. O QR-Code foi adicionado depois da divulgação da resolução e não houve tempo para as gráficas se adaptarem.

Para mais informações sobre o Lince estão disponíveis aqui. Você encontra as versões do app para Android e iOS.

 

#AutoPeçasMolina é informação! 😉