Após ataques por drones na empresa saudita Aramco, preços de combustíveis podem disparar; Neste artigo, você verá algumas dicas de como economizar combustível.

Já sabe, mexeu com o dólar, mexeu com o Brasil e o mundo. Sob os efeitos da alta do petróleo, o dólar é negociado em alta aqui no país. E tudo isso por conta dos ataques com drones dos rebeldes iemenitas a instalações de petróleo da Arábia Saudita, na companhia petrolífera Aramco, neste último fim de semana. Além de disparar a cotação do barril no mercado, segundo a empresa, terá que reduzir a sua produção para a metade.

Falando um português claro, e melhor entender o “estrago”, na abertura do mercado londrino, o preço do petróleo do tipo brent, referência do mercado internacional e que baliza o valor da gasolina no Brasil, chegou a subir 20%, superando US$ 70, na maior alta desde a Guerra do Golfo, em 1991. Com as cotações do petróleo neste patamar, o preço da gasolina poderá ter reajuste de até 10% no Brasil, estimam especialistas.

E então, você nos pergunta: Mas por que o preço do petróleo subiu tanto? Além do peso da Arábia Saudita neste mercado, os ataques criaram um novo risco político para o setor. Ficou claro também, que houve a maior ruptura da história. Afinal, os ataques aéreos feitos por drones, atingiram a maior unidade de processamento e refino de petróleo do mundo, em Abqaiq, e o segundo maior campo de petróleo da Arábia Saudita, em Khurais.

Outro ponto forte, é que o ataque evidenciou a vulnerabilidade das instalações de petróleo da Arábia Saudita, o maior exportador do produto no mundo. O uso de novas tecnologias, como os drones, mostrou riscos na segurança que não estavam no radar dos analistas. E para piorar a situação, surge mais dois pontos: o temor de conflitos naquela região, que detém quase metade das reservas globais de petróleo bruto. E a demora na retomada da produção. Analistas acreditam que o país vai demorar semanas para recuperar as instalações de Abqaiq e, assim, todo o seu potencial de produção.

Como gastar menos combustível

Tendo um cenário pessimista como este no mercado, listamos dicas de como economizar combustível com o aumento que vem por aí. Vejam:

Muitos não sabem, mas não se deve encher o tanque até a boca. Se você, após a expectativa de aumento, está visitando os postos para encher o tanque até o fim, saiba que está fazendo da maneira errada! Isso aumenta o consumo. Portanto, vá até um posto de combustível e pare o asbatecimento logo que a bomba desligar automaticamente. É puro desperdício tentar colocar mais combustível. O excesso pode ir direto para o cânister. O cânister é um filtro que recebe os gases que vem do tanque de combustível e elimina a sua nocividade. Além de jogar dinheiro fora, a prática pode estragar o filtro.

Calibrar os pneus

A próxima dica é uma das práticas mais conhecidas para economizar combustível: calibre os pneus regularmente. Quando os pneus estão descalibrados ou até murchos, existe um atrito maior com a via e o consumo de combustível pode aumentar em até 3%. Parece pouco, mas ao final de um ano isso faz diferença. Resultado: os pneus podem ser um dos principais vilões do alto consumo de combustível. Assim sendo, para que não haja excesso de atrito com o solo, é importante mantê-los sempre calibrados, o que pode ser feito a cada abastecimento, por exemplo, e preferencialmente com os pneus frios.

Dirigir de forma prudente

Mais uma boa dica é: não dirija como um piloto de Fórmula 1! Dirija de forma prudente! Dirigir o carro como se você estivesse no filme Velozes e Furiosos, ou fingindo ser o pentacampeão mundial de F1, o Lewis Hamilton, aumenta e muito o consumo de combustível, além de ser perigoso para todos à sua volta. Por isso, evite ultrapassagens perigosas e outras práticas que exigem muito do carro. Não acelere mais que o necessário. Deixe a velocidade subir gradativamente. Excesso de rotação eleva muito o consumo. E, se o semáforo à frente estiver fechado, diminua a aceleração com antecedência, para não precisar frear muito. Ah, tem também aquela prática de “segurar” o carro em subidas, com os pés na embreagem e no acelerador, não só eleva o consumo de combustível como também acelera o desgaste da embreagem. Não faça isso, pelo amor de Deus! E no geral, esteja sempre em dia com a manutenção do carro. Uma viagem mais tranquila vai afetar diretamente, e de forma positiva, o seu bolso, e assim você vai economizar combustível. Além disso, os ocupantes do seu veículo e todos à sua volta se sentirão bem mais seguros.

Seja um motorista mais gentil

Para finalizar, seja um motorista mais gentil. De imediato, podemos não ligar esses pontos, mas um fator que contribui para o aumento no gasto com combustível é o estresse que vemos todos os dias no trânsito. Isso influencia diretamente na maneira como dirigimos, e acabamos nos tornando aquele tipo de motorista que sempre quer ter vantagem. Em vez de acelerar para entrar primeiro, deixe o outro carro passar na sua frente. Não se arrisque tanto para pegar o farol aberto, vá com calma e deixe os pedestres que estão esperando para atravessar fazer isso com mais tranquilidade. Fica a dica = #somostodospedestres. 🙋‍♀️🙋‍♂️ Além de ajudar a melhorar o trânsito, você anda de forma mais segura e ainda economiza combustível.

Conclusão: não existe mágica, tão pouco milagres! Se você sempre estiver atento à sua maneira de dirigir, fizer as manutenções necessárias e escolher apenas postos de confiança para abastecer, pode ter certeza que uma economia considerável será vista no final do mês.

Agora, também nos resta, aguardar as cenas dos próximos capítulos quanto ao aumento esperado do combustível no nosso país.

#AutoPeçasMolina é informação! 😉

LEIA MAIS:
Navio cargueiro que transportava carros e tripulantes tomba e pega fogo
Chevrolet Bolt: modelo elétrico chegará no Brasil em outubro
Visite nossa loja virtual. Clique aqui