Cuidar dos “olhos” do seu carro previne a sua segurança e evita multas. Vejam as dicas.
Nosso carro, é nosso filho! Portanto ele merece cuidados sempre! Quando falamos em manutenção preventiva, dos equipamentos e acessórios do carro, imediatamente lembramos de averiguar o óleo do motor ou o nível de água do radiador, não é mesmo? Aliás, sempre somos lembrados destes itens, quando vamos a um posto de gasolina somente com intenção de abastecer o tanque do carro. 😉

Existem ínumeros itens, não menos importantes, que também devem ser vistoriados. E hoje, daremos uma atenção especial ao “olhos” do seu carro, ou seja, os faróis.

Os faróis são responsáveis por garantir a sua visibilidade na rua, e principalmente na estrada em condições difíceis. Saiba que os faróis em mau estado podem provocar mais problemas do que imagina! Diante de uma situação adversa, como condições meteorológicas ou conduzir a noite, pode ser fatal a falta de cuidados. Portanto, os cuidados com os “olhos” do seu carro é garantir uma boa visibilidade e segurança com você e sua família em qualquer circunstância.

Facho deve iluminar a via à frente do veículo sem ofuscar quem está adiante ou no sentido oposto.
Facho deve iluminar a via à frente do veículo sem ofuscar quem está adiante ou no sentido oposto.

Pense assim: enxergar é fundamental! E para saber se o farol do seu carro está iluminando corretamente, leve-o para fazer um “exame de vista”! 👈 Não basta ver se os faróis do seu carro acendem normalmente. É preciso, periodicamente, checar se estão regulados. Trepidações, pequenas batidas em estacionamentos ou até folga nos parafusos pela ação do tempo podem mudar a posição do facho de luz. Além de prejudicar sua visão e atrapalhar quem vem no sentido contrário, a regulagem errada pode custar multa ao motorista.

De acordo com especialistas, mencionaremos algumas dicas importantes sobre a regulagem de faróis, como forma de alertar os condutores sobre a importância de uma boa iluminação em vias urbanas e em viagens. Saiba que você mesmo pode fazer estes procedimentos, porém, vale ressaltar que, pode ser feito em oficinas, até mesmo gratuitamente. Vejam abaixo:

1. Estacione o veículo sobre uma superfície plana, com a frente paralela a uma parede, a uma distância mínima de cinco metros;

2. Trace uma linha horizontal na parede que fique na mesma altura do centro do farol do chão;

3. Meça a distância entre os centros dos dois faróis e marque em um painel ou na parede. Em seguida, trace duas linhas inclinadas de 15 graus, em relação à linha horizontal, a partir do centro ótico de cada farol (15º é o ângulo que os fachos devem ser direcionados à direita);

4. Para encontrar a referência de regulagem, é necessário rebaixar o conjunto de linhas em 1 cm para cada 1 metro de distância entre o carro e a parede;

5. Deve-se regular um facho de cada vez (o outro permanece encoberto). Com um farol baixo ligado, gira-se o parafuso de ajuste até que o facho coincida com a referência traçada na parede. Automaticamente, o farol alto também estará regulado. Importante: observe que os parafusos variam de carro para carro, portanto, consulte o manual do proprietário. Quando se trata de veículos e seus componentes os detalhes são importantes e devem ser levados a sério.

Segundo a recomendação dos fabricantes os faróis devem ser regulados, preventivamente, a cada seis meses, uma vez que o uso diário do veículo e as trepidações que sofrem nas ruas e estradas fazem com que a regulagem perca o ajuste. Além disso, sempre que o farol ou lâmpada forem trocados ou quando o veículo passar por manutenções de pneus, amortecedores, suspensão etc, a regulagem é necessária!

Entendido! Todo cuidado é pouco quando o assunto é segurança. Isso é preservar a vida com atitudes!
#AutoPeçasMolina é informação 😉

 

 

Tópicos #carro #condutores #cuidados #facho de luz #faróis #geral #morotista #regulagem dos faróis #segurança