O aplicativo Waze Carpool, funciona como um compartilhamento de trajetos entre passageiros e motoristas que passam pela mesma área

Ah, os aplicativos! Você baixa, instala e pronto, eles estarão lá sempre que precisar! Um mundo mobile cada vez mais conectado. Não temos dúvidas que os aplicativos para smartphones e tablets são e serão sempre os queridinhos, desenvolvidos para “agilizar” nossas rotinas, nossas vidas.

No dias atuais são inúmeras as possibilidades para se estar mega conectado, não é mesmo! E para quem enfrenta uma rotina estressante, perdendo tempo no trânsito caótico das grandes cidades, segue aí mais um novidade de app. Eis que finalmente chega ao Brasil, o “Waze Carpool”. Com mais de um ano de atraso, o serviço de caronas do Waze foi oficialmente lançado neste mês de agosto. (Falamos aqui no blog, sobre o anúncio do Waze Carpool, em abril de 2017, veja: https://blog.autopecasmolina.com.br/google-anuncia-servico-de-caronas-para-waze/)

Conhecido como Carpool, o novo serviço de caronas tem como objetivo ajudar a desafogar o trânsito e facilitar o deslocamento entre os usuários que já utilizam o serviço de mapas. “Se você está dirigindo com um assento vazio ao seu lado, você é parte do problema. Se está com o assento ocupado, é parte da solução”, disse o CEO do Waze Noam Bardin no anúncio do lançamento, que ocorreu na manhã do dia 21 de agosto em São Paulo.

O app traça as rotas do motorista e, então, o usuário consegue encontrar os carros mais próximos que estejam na mesma rota de seu destino. Dessa maneira, a ideia não é exatamente concorrer com serviços como Uber, por exemplo, que fornecem motoristas particulares com a possibilidade de se dividir a corrida com outro passageiro — a proposta do Waze Carpool é mais próxima à do BlaBlaCar, permitindo que qualquer motorista cadastrado no serviço possa oferecer caronas para pessoas que estejam indo aos mesmos lugares, ou lugares que estejam na mesma rota. O conceito é que serão corridas entre usuários que apenas dividirão o dinheiro da gasolina e manutenção do veículo, sem lucrar em cima das caronas.

O Google sempre tentando se superar! Como seu principal objetivo é reduzir os carros nas ruas e, assim, os congestionamentos, a empresa tem a ambição que o tráfego caia, pelo menos, em até 16%. De acordo com a divulgação da empresa, a versão para carona do Waze tem a intenção de unir atualizações em tempo real das vias públicas com informações sobre o tráfego e a necessidade das pessoas em chegar rápido aos compromissos.

Neste início, cada carona custará R$ 2 por usuário que fizer o pedido, e o motorista fica com o valor integral de cada deslocamento (de R$ 2 a R$ 25 dependendo da distância), segundo a empresa. Quando acabar o período promocional, quem está dirigindo escolherá o valor da carona, mas a média é: até 5 km = R$ 4; de 5 km a 40 km = R$ 10; e acima disso = até R$ 24.

Para frisar, entenda que o serviço de caronas “Waze Carpool” não é um Uber! E também não funciona como o transporte privado. Douglas Takuno, head do Waze Carpool no Brasil, explicou que o serviço é uma comunidade de caronas que funciona com dois apps: no Waze tradicional, onde os motoristas se habilitam para oferecer caronas; além do novo app Waze Carpool, este em que os passageiros podem encontrar os carros que estão em seu caminho. O “match” acontece de acordo com coisas em comum, como, por exemplo, pessoas que trabalham na mesma empresa ou região.

O sistema impõe o limite de duas caronas por dia, justamente para evitar que motoristas profissionais usem o serviço e se passem por pessoas comuns. A ideia é haver uma divisão de custos e não uma remuneração. “No Carpool, o passageiro se senta no banco da frente”, ressalta Takuno, que também reforçou que a ideia é que as pessoas acabem fazendo conexões pessoais e até mesmo amizades ao pegar caronas com pessoas que tenham algo em comum.

Em relação à segurança de seus usuários, a nova versão do Waze disponibiliza o perfil, avaliações e filtros personalizados tanto de quem oferece quanto daqueles que recebem carona. Dessa forma, os usuários de ambos os apps podem saber se a outra pessoa é do mesmo sexo ou se é um colega de trabalho. E outra função importante incluída no aplicativo que pode agradar muita gente é a possibilidade de agendamento da viagem com até cinco dias de antecedência, garantindo a viagem até a consulta médica ou ao aeroporto, por exemplo.

O serviço de caronas funciona, em parte, separadamente do aplicativo tradicional do Waze. Para pegar uma carona, o usuário precisa baixar um aplicativo dedicado, disponível para App Store e Google Play. Quem oferece deve, além de baixar o novo aplicativo, ativar suas funções no app tradicional de navegação.

Para você entender direitinho o Waze Carpool, assista o vídeo a seguir:

Então? #Partiu Waze Carpool na capital mais “crazy” do Brasil?

 

#AutoPeçasMolina é informação! 😉