O aplicativo gratuito Carteira Digital de Trânsito (CDT) ganha novos recursos como vencimento, recall e infrações; entenda.

O aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) também conhecido como CNH digital, é um app do DENATRAN – Departamento Nacional de Trânsito – e, desenvolvido pelo Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) que permite ter a versão digital da carteira nacional de habilitação com o mesmo valor da impressa. Este é o primeiro documento de identificação civil com representação digital válido em todos os estados do Brasil.

Na última segunda-feira (18), o Ministério da Infraestrutura, por meio do DENATRAN, apresentou uma nova versão da Carteira Digital de Trânsito (CDT), com novo layout e novas funcionalidades, em São Paulo, durante a abertura do Salão Duas Rodas. Agora a CNH digital informa multas/infrações, avisos de recalls e renovação do documento. Ou seja, essa nova versão vai informar ao condutor sobre recall do veículo, vencimento do documento e até mesmo permitirá verificar as infrações no nome do usuário.

“Essa nova CDT é o primeiro marco de um projeto maior de aproximar o Governo Federal do cidadão. Vamos fazer isso transformando a CDT numa plataforma de serviços, facilitando o acesso à informação e o controle que o cidadão vai ter sobre os seus documentos”, afirmou o Marcello da Costa, Secretário Nacional de Transportes Terrestres do Ministério.

CDT mais moderna e completa

A Carteira Digital de Trânsito está em vigor desde 2017. Agora mais moderna e com novas funcionalidades, vai funcionar como uma interface do cidadão com os serviços de trânsito. Hoje pelo aplicativo, por exemplo, é prático consultar o histórico de emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), compartilhar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), exportar os documentos e consultar multas/infrações. Lembrando que a CNH e o CRLV digitais têm mesmo valor legal dos documentos impressos. Além disso, com o aplicativo instalado, o condutor poderá receber notificações, como aviso de vencimento da CNH e o aviso de recall, com as orientações sobre o defeito e as providências necessárias.

Para o presidente do Serpro, Caio Paes de Andrade, a solução é mais uma novidade que contribui para a consolidação do governo digital, garantindo mais eficiência e segurança no trânsito. “A nova CDT aumenta a assertividade na comunicação com o cidadão. A tecnologia de aviso de recall praticamente elimina a possibilidade de desconhecimento da convocação para a reparação do veículo, proporcionando mais segurança para as pessoas”, ressaltou.

Para 2020 teremos mais uma funcionalidade. De acordo com Jerry Dias, diretor do Denatran, vinculado à Secretaria Nacional de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura, informou que também está prevista uma interação da nova CDT com o aplicativo Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) para o pagamento de multas. Hoje, a versão da nova CDT permite que o condutor tenha informações sobre infrações, mas com a integração, o condutor terá a possibilidade de efetuar o pagamento de multas com até 40% de desconto. Vamos aguardar!

Recall do veículo

De acordo com o Denatran são registrados cerca de 10 milhões de recalls, dentre os quais apenas 43%, em média, são atendidos. A nova funcionalidade enviará notificações que indicam o defeito e o risco em caso de não reparo. Assim como fornecer maiores informações sobre os canais de atendimento para que o usuário possa identificar a concessionária mais próxima para realizar o serviço, que é gratuito e garantido por lei.

O objetivo é tornar muito maior a quantidade de motoristas que atendem ao chamado de recall, uma vez que pelo aplicativo a notificação é instantânea. A funcionalidade surgiu após os ministérios da Infraestrutura e Justiça assinarem uma portaria, em julho deste ano, para a criação do Serviço Nacional de Registro e Notificação de Recall de Veículos.

Carteira de Motorista

A nova CDT possibilitará a adesão de um maior número de pessoas à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) digital. Hoje, existem 3 milhões de CNH-e válidas em todo o Brasil, e outras 40 milhões de CNHs com potencial para a versão eletrônica. São CNHs impressas que já possuem o QR Code.

O app da CDT está disponível gratuitamente na Google Play e na App Store. 😉

Leia mais:
Seguro DPVAT: entenda a decisão que impacta o possível fim do seguro obrigatório
Ford encerra produção na fábrica de SBC (SP) após 52 anos de história
A Fiat e Peugeot confirmam acordo para unir as duas empresas
Visite nossa loja virtual