Os carros PCD mais procurados no Brasil

Os carros PCD mais procurados no Brasil

Com o aquecimento do mercado de carros PCD, listamos os líderes de buscas feitas no Google

Você já ouviu falar em carros para PCD? Saiba que esse termo de pesquisa no Google, refere-se a carros com isenção para pessoas com necessidade especiais. Esses carros são fabricados para que possam passar por adaptações e também para que estejam dentro do custo que permite o desconto para o portador de deficiência no valor de compra de automóvel.

Nos últimos anos, mais pessoas tomaram conhecimento dos direitos e descontos envolvidos e, consequentemente, o números de carros vendidos com preço reduzido para PCD aumentou rapidamente, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria, Comércio e Serviços de Tecnologia Assistiva – Abridef. Desta forma, conforme descrito em Lei, portadores de deficiência, a qual deve ser comprovada por laudo médico legal, têm direito à aquisição de veículos 0 km com desconto. Assim, os fabricantes de automóveis passaram a oferecer mais modelos com adaptações em seus acessórios e atributos para garantir maior conforto para o motorista e passageiros que possuem limitações.

Atualmente, quase todas as marcas criaram departamentos e versões de carros específicos para este tipo de venda direta. São demandas com preços até R$ 70 mil para atender aos requisitos estipulados pelo Governo, que determinam desconto de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e de outros abatimentos como ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Como exemplo, o ICMS é abatido em casos de pessoas com deficiência visual, mental (severa ou profunda) ou autistas, e é válida para veículos até R$ 70 mil fabricados no Brasil ou nos países do Mercosul. Vale lembrar também que, como a isenção fiscal só é válida para automóveis fabricados no Brasil de até R$ 70 mil, outros carros que estejam acima desse valor ou importados, tem abatimento apenas para o IPI, o que corresponde a 11% do preço total do modelo. Outra exigência, ainda, é que o comprador fique com o veículo por, no mínimo, quatro anos.

Embora a sigla PCD signifique “pessoas com deficiência”, o rol de situações que autorizam o benefício é bem maior. Inclui problemas neurológicos, câncer, diabetes, HIV, doenças degenerativas e outras que afetam a mobilidade, como artrose e tendinite. A ampliação das possibilidades da lei e a maior divulgação do tema ajudam a explicar a disparada desse tipo de venda.

Hyundai Creta (Foto divulgação)

De acordo com um levantamento elaborado pelo Google, há dados como os carros e as marcas mais pesquisadas, os segmentos mais cobiçados e os termos associados a carros PCD mais procurados. De cara, é nítido que os SUVs são os modelos mais queridinhos deste público. O veículo líder de buscas é o Hyundai Creta. Com o segundo lugar para o Jeep Renegade. Em terceiro lugar aparece o Kicks e em quarto, o Captur. O primeiro carro da lista que não pertence ao segmento de SUVs é o Corolla, como quinto colocado. O sexto lugar é do Virtus, seguido por EcoSport, Polo, Yaris e City.

Os dados são referentes a 2018, ano em que as pesquisas por carros PCD cresceram 107%. Em resumo, os SUVs representam 58% dos veículos mais procurados nas pesquisas, os sedãs com 28%, e o segmento dos hatches ficando com 22% dos interessados.

Em relação as marcas, a mais benquista do público PCD é a Hyundai, que lidera as buscas associadas a carros PCD. Jeep e Nissan estão empatadas em segundo lugar, seguidas pela Renault e Toyota.

Um outro parâmetro que faz parte deste levantamento do Google é em relação ao território. São Paulo é o Estado com maior afinidade em buscas por carros PCD do Brasil. O estado do Amazonas é o com menos afinidade. Quanto ao termo relacionado, temos então um parâmetro curioso, vejam só! Em primeiro lugar, aparece “como comprar um carro PCD”, e em segundo, o mais pesquisado é “qual a melhor multimídia para Renegade pcd”.

É fato que os modelos de veículos desenvolvidos propriamente para PCDs podem tornar as viagens e passeios muito mais confortáveis para os utilitários. E que, cada vez mais, as montadoras estão adaptando seus modelos para que possam atender às pessoas que possuem algum tipo de limitação.

#AutoPeçasMolina é informação! 😉